quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

3

Trivial - Blogue do Sérgio Grigoletto

  • quarta-feira, 21 de janeiro de 2009
  • Saga de Animes
  • Share
  • 1.Para começar uma descrição do blog pelo autor Sérgio Grigoletto:
    R:
    Eu trabalho conectado e escrever alguma coisa em blogue foi a maneira que encontrei de ocupar o tempo ocioso, o tempo de espera entre uma coisa e outra.
    Algumas coisas eu tinha a falar e depois, eu quis desvendar toda a mecânica de acessos, leitores, faturamento... o que eu lia que as pessoas conseguiam. Isso veio como curiosidade a ser satisfeita.
    O que mais me intrigava era quando lia nuns tais milhares de acessos por dia. Vi que é possível isso com relativa facilidade, desde que não se leve um blogue a sério, desde que o espaço não seja integralmente respeitado com conteúdo autêntico, exclusivamente originado da experiência pessoal do blogueiro, entende?
    Sobre faturamento, também conferi que é possível um blogue converter dinheirinho de Barbie em dinheiro real. A partir desse ponto, como não tenho pretensões profissionais, não devo seguir adiante.
    O blogue foi movido a desafios mas não pretendo ampliar nenhuma meta.
    Fiz muitos amigos, ótimas pessoas (inclusive você, claro) e acho que isso é o que ainda me faz postar alguma coisa por lá, tipo, só para dizer que estou vivo. Na verdade, uma das coisas que não suporto mais é escrever. Fiz isso a vida toda e se fosse para continuar, teria que propor algo sólido, respeitando as pessoas quer seja partilhando experiências de alguma valia e, principalmente, escrevendo corretamente com o devido cuidado com a norma culta da língua portuguesa.


    Visite Trivial - Blogue do Sérgio Grigoletto


    2.Qual o tema principal do blog Trivial - Blogue do Sérgio Grigoletto? Quais suas fontes e inspirações para escrever seus textos?
    R:
    Olha... de um tudo, mas muito pouco de coisas inéditas. Fiquei muito centrado na experiência por acessos e quando leio algo nos portais ou vejo na televisão, penso: "Quer ver só, como as pessoas irão procurar bem por esse título no Google?"
    Então, o maior barato é esse, o de prever como pensará o internauta médio (que sabemos, é abaixo da média em discernimentos) sobre o assunto, como ele irá fazer sua procura no Google. Mas quando tenho coisas interessantes para partilhar, ainda escrevo. Principalmente sobre comportamento cultural do nosso povo.


    3.Quem é o autor? Pode nos contar um pouco do seu trajeto junto ao blog?
    R:
    Hoje, sou desenvolvedor de tecnologias educacionais voltadas à formação de leitores e mediadores de leitura. Tenho vários projetos e alguns deles, testados e aprovados. Como é uma atividade digamos, visionária, não existe ainda no mercado a percepção de sua carência. A busca é ainda de conscientização.
    O blogue, pelo que mostrou da incipiente capacidade de expressão pela escrita de nosso povo, veio a ser meu estímulo a continuar nessa busca, o melhor laboratório que se apresentou para esse fim. Um de meus projetos está inscrito no Projeto Google 10 para 100.


    4.Quando surgiu o blog, quais as datas e posts mais marcantes para ele?
    R:
    Surgiu um junho de 2006. E uma postagem marcante... hum... acho que nenhuma delas. Talvez aquelas que falem sobre Raul Seixas contenham alguma coisa que preste.


    5.Pelos seus conhecimento, qual o peso da influencia dos blogs brasileiros atualmente?
    R:
    Se influência é a capacidade de influenciar pensamentos e consequentemente, comportamentos, então os blogues brasileiros já possuem alguma influência.
    Claro que ainda muito distante de países melhor educados, onde blogueiros chegam a incomodar o poder político, a orientar a produção de bens de consumo (tecnológicos).
    Eu acredito que a blogosfera brasileira seria influente quando tivesse uns dez elementos de destaque, com algumas centenas de milhares de leitores fieis.
    Mas não vale gente que veio da televisão para escrever blogue, ok? Já imaginou o Boris Casoy ou o William Bonner fazerem uma chamada: "Blogueiros brasileiros estão divididos nessa eleição"? Bem, essa é uma pergunta que demandaria quase uma tese para ser respondida por completa.


    6.O que você mais gosta e mais detesta em blogs?
    R:
    Gosto da leitura rápida, variada, e enfoque pessoal que os blogues proporcionam. Se ler, por exemplo, três articulistas políticos quando escrevem sobre um mesmo assunto, veremos que sempre cabem opiniões. E essa variedade de opinião é bom para o crescimento de uma sociedade educada.


    7.O que te incentiva a manter seu blog?
    R:
    A ansiedade. Quando estou ansioso descarrego bobagens no blogue. Já teve dias em que postei umas dez vezes. Então, o blogue é laborterapia para minha ansiedade.


    8.Você faz algum trabalho de divulgação do blog? Quais e por que?
    R:
    Nada faço para divulgar, mesmo porque não há conteúdo relevante. Inscrevi-o em agregadores automáticos tipo Dihitt, mas só isso.


    9.Como você vê a Blogosfera em falando do número de blogs e da rentabilização?
    R:
    Como não sou e nem tenho pretensões como blogueiro profissional, sei o que leio dos expoentes.
    Como já são muitos os blogueiros que conseguem viver exclusivamente de blogues e não me parece que os sistemas monetizadores estejam descontentes com o andamento de seus negócios, penso que o modelo atual ainda perdurará enquanto forem mantidos os conceitos: pessoas buscam assuntos na internet pelo Google, o Google tem o Adsense nos blogues e os blogues se esforçam em serem os primeiros nas buscas.
    Enquanto isso não mudar, nada muda.


    10.Você faz uso de técnicas de SEO para ter mais visitas? E funcionam?
    R:
    Faço sim, alguns experimentos. E sim, funcionam. De tudo o que dizem por ai, penso que o melhor para posicionar uma postagem são links externos com âncoras bem relacionadas com as palavras chave.


    11.Com analise do tráfego e comentários, você poderia dizer que tipo de informação os visitantes mais procuram?
    R:
    Orkut, Orkut e Orkut. Qualquer bobagem de Orkut. É o site mais popular do Brasil e as pessoas fazem do buscador do Google seu portal de entrada.


    Você assina e autoriza a publicação dessas declarações?
    R:
    Sim, claro.

    3 Responses to “Trivial - Blogue do Sérgio Grigoletto”

    domelhor.net disse...
    22 de janeiro de 2009 21:39

    Trivial - Blogue do Srgio Grigoletto...

    Entrevista com Srgio Grigoletto, autor do blog Trivial, saiba tudo sobre sua experincia com blogues_blogs, visitas, blogues_google etc....


    Luciana via Rec6 disse...
    22 de janeiro de 2009 22:42

    Trivial - Blogue do Sérgio Grigoletto...

    Entrevista com Sérgio Grigoletto, autor do blog Trivial, saiba tudo sobre sua experiência com blogs, visitas, Google etc....


    imagens para facebook disse...
    13 de março de 2012 06:52

    hum... bem interessante seu conteudo,gostei vou salvar nos favoritos! adoro isso


    Postar um comentário

    Subscribe