quarta-feira, 12 de novembro de 2008

4

Candomblé

  • quarta-feira, 12 de novembro de 2008
  • Saga de Animes
  • Share
  • 1.A descrição do blog pelos autores?
    O principal objectivo é o de divulgar esta nossa belíssima religião para o mundo e o de ajudar a conhecer melhor muitos dos seus detalhes, desmistificando de alguma forma, muita da confusão que por vezes surge em torno do nosso culto.


    2.Como surgiu o blog Candomblé e qual objetivo?
    O presente blog é já uma segunda edição de um outro onde apenas eu (Manuela) era a autora e que por razões meramente pessoais decidi interromper. Quando iniciei essa primeira página sobre o Candomblé aqui no wordpress, estava longe de imaginar o sucesso que ela teria, isto analisando unicamente pelo número de pessoas que diariamente a visitaram e também pelo número de pessoas que acorreu também a colocar as suas questões e dúvidas, em busca de auxílio para as mais diversas situações. Foram mais de um milhão as pessoas que vieram a essa página desde o seu início, num espaço de menos de um ano, o que é de facto assombroso, e revelador ao mesmo tempo, do quão sequiosas estão as pessoas em descobrir e em encontrar ajuda espiritual nos dias que correm. Precisamente levando isso em conta, decidi abrir esta nova página, desta feita, convidando desde logo para co-autor o meu amigo e irmão de fé Nelson Souza e mais recentemente o irmão e amigo Artur Fernandes. O blog é acessado diariamente por mais de 3500 pessoas neste momento, e são muitas as que continuam a nos procurar para colocar as suas questões.


    Visite Candomblé


    3.Quem são os autores e qual sua denomição dentro de sua religião, e onde estão?
    Somos 3 autores: Manuela Oliveira, Nelson Souza e Artur Fernandes. Os nossos perfis estão também publicados a acessíveis a todos os que visitam o nosso blog no item Autores. Todos nós somos simples Iniciados no Candomblé na Nação Ketu. Eu, Manuela, resido em Lisboa, Portugal, o Nelson no Rio de Janeiro e o Artur em Campinas.


    4.Você fazem algum trabalho de divulgação do blog? Quais os meios que utilizam e fale um pouco sobre eles.
    Não. A divulgação do blog acontece apenas pela nossa presença nos motores de pesquisa com os quais o WordPress tem ligação (Google e outros). A divulgação faz-se apenas pelo "passa-palavra" entre os leitores e sabemos que temos várias centenas que são leitores assíduos do blog.


    5.Falando em monetização e rentabilização de blogs, qual a posição de vocês quanto a isso? E a qual a opinião dos adeptos do candomblé sobre isso?
    O nosso blog não tem qualquer forma de rentabilização monetária. Não há uma posição tomada por nós com respeito a esse assunto, pois nem nunca foi discutido entre nós. Queremos apenas com este nosso trabalho fazer chegar o conhecimento e a ajuda possível a quem nos lê e nos procura aqui. Muitos dos nossos leitores já expressaram o seu agrado pela forma como levamos a cabo o nosso trabalho sem qualquer intuito comercial, mas não saberia dizer se fosse o caso de o blog ter alguma componente de rentabilização financeira, se isso seria contraproducente ou se de alguma forma se reflectiria no afluxo de leitores.


    6.Vocês acompanham as estatísticas do blog? Podem dizer que textos ficaram mais populares?
    Não só acompanhamos, como estão visíveis para quem visita o blog. Tem lá a informação do número total de visitas desde que o blog está no ar (neste momento quase 350.000) e também os Top Posts, ou seja, os 5 artigos mais populares, que são os mais lidos; no caso, de momento são as páginas sobre Os Orixás, Iansã, As Ervas, Oxum e Oxóssi.


    7.Como vocês abordam temas complicados e complexos, para não dizer, polêmicos? Cite um exemplo de post do blog.
    Existem vários assuntos que poderemos eventualmente considerar polêmicos, mas que só são polêmicos se a eles juntarmos a visão de quem está de fora do Candomblé, que não tem necessariamente o mesmo ponto de vista que nós sobre essas matérias e que em alguns casos estão carregados de preconceito moral ou religioso. Exemplos disso são os posts sobre Exu (o Orixá que tantas vezes é conotado com o diabo à luz da religião católica o que é completamente falso e errado), Amarrações (uma prática que não deve existir no Candomblé sério mas que todos sabemos que muita gente recorre a elas – pessoas "supostamente" dentro do culto e muita clientela – todos os dias recebemos pedidos desse tipo) e recentemente um texto de autoria de Doté Jorge intitulado "IURD vs Candomblé" que se refere à perseguição que é feita à nossa religião especialmente por membros da IURD e da Igreja Evangélica em geral – Todos os dias recebemos também mensagens por parte destas pessoas nos acusando de fazer o culto do Diabo e de práticas Satânicas e de sermos adoradores de imagens. Também somos alvo de comentários puramente racistas e homofóbicos.


    8.Existe o preconceito (que é mais um pre-conceito) para com o candomblé? E dentro da Blogosfera existe este preconceito?
    Existe preconceito sim, e muito! Dentro e fora da blogosfera. Na questão anterior já falei um pouco de alguns exemplos. Existe um grande movimento que procura combater precisamente esse preconceito e exemplo disso foi a Marcha Pela Paz e tolerância religiosa que foi levada a cabo no Rio de Janeiro em Setembro passado, e já este mês a iniciativa Marcha de Todos os Santos. Aderimos e divulgamos qualquer desses acontecimentos no blog, e estaremos abertos a apoiar e divulgar qualquer iniciativa semelhante.


    9.Há necessidade de moderar os comentários? Costumam responder a todos os comentários; só aos que interessam ou a nenhum?
    Há necessidade de moderar os comentários sim, unicamente pelo facto de nos serem dirigidos comentários insultuosos, preconceituosos e racistas que obviamente não queremos que fiquem publicados no blog e que assim devemos prevenir.. Respondemos a todos os comentários e questões sobre a nossa religião, sem excepção, todos são importantes. Só não respondemos, claro está, aqueles que anteriormente referi e que nem chegamos a publicar.


    10.Como desenvolvem os textos para postar no blog? Quais são as fontes?
    Tem textos de nossa autoria, e fazemos muita pesquisa bibliográfica e na própria net na qual nos apoiamos para os escrever, para além claro está, do conhecimento pessoal que cada um de nós foi adquirindo ao longo dos anos no culto e que aqui é posto em prática. Publicamos também matérias de autores conceituados e entendidos nas matérias como Pierre Verger, Roger Bastide, Reginaldo Prandi, Mónica Buonfiglio, etc..


    11.Podem fazer uma analise dos conhecimentos e de recursos (blogs, redes sociais, sites e comunicação em geral) utilizados pelos adeptos na Internet?
    Existe muita informação e muitos recursos, tanto em páginas pessoais como em sites de terreiros ou grupos relacionados com as religiões de origem africana, especialmente o Candomblé e a Umbanda (embora a Umbanda seja uma religião que foi em realidade criada no Brasil e que foi buscar alguns elementos do Candomblé que juntou a princípios kardecistas e cristãos entre outros). Existe no entanto muita informação pouco precisa, mas especialmente, pouca abertura para discutir tudo o que é possível e necessário discutir com o público. Esse princípio da comunicação e abertura à discussão agregado à divulgação das matérias, de que nós somos apologistas, acredito que é a razão principal da popularidade do nosso blog.


    12.Deixe uma mensagem que sirva a todas as religiões e crenças?
    É uma necessidade imperativa que seja eliminada a discriminação religiosa que grassa no seio da sociedade. Todos temos a obrigação de defender a eliminação de toda e qualquer forma de intolerância e discriminação com base em religião ou crença. Trata-se de reflectir e agir sobre a Essência da Liberdade. No caso, e porque aqui falamos de religião, trata-se do direito de crer e cultuar Deus independentemente do nome ou do ritual que escolhemos utilizar. Amor e respeito ao próximo são as palavras chave de qualquer religião que seja digna desse nome.


    Você assina e autoriza a publicação dessas declarações?
    Sim.

    4 Responses to “Candomblé”

    Silvia disse...
    12 de novembro de 2008 16:23

    Muito bacana o blog. Conhecer um pouco mais os autores não é só importante, como crucial.
    As perguntas foram amarradinhas e sempre colocadas com muita delicadeza.
    Gostei muito!

    Silvia publicou um post sobre...Saudade


    Narla disse...
    13 de novembro de 2008 14:24

    Estou fazendo um trabalho no colégio sobre "consciência negra" e estou pesquisando sobre rituais africanos/Afro-brasileiros, adorei a entrevista, acabei de visitar o blog "Candomblé, o mundo dos orixás" achei muito interessante, contribuiu bastante pro meu trabalho.
    Se vocês souberem de outros blogs sobre esse assunto, peço para que me passem o "endereço", quanto mais textos e opiniões sobre isso, melhor poderei explicar sobre o assunto.

    Meu e-mail: narla.oliveira1992 @ gmail com

    Obrigada.


    Manuela disse...
    30 de novembro de 2008 23:54

    Olá Narla,
    Você pode também colocar as suas questões directamente no blog Candomblé. Teremos todo o gosto em responder, dentro do possível.
    Axé!

    Manuela publicou um post sobre...Qualidades do Orixá Logun Edé


    Mel disse...
    18 de janeiro de 2012 14:37

    Boa tarde,

    gostaria de entrar em contato com o Nelson, se possível me mande o email para explicar-me melhor.

    Grata.


    Postar um comentário

    Subscribe